No artigo de hoje, vamos definir o que é um contrato de Opções, um conceito muito importante no mercado de Opções.

Essa é uma dúvida que muitos iniciantes têm. E, por se tratar de um assunto crucial, precisamos detalhar bem essa questão.

O que é um contrato de Opções?

Primeiramente, um contrato de Opções é um acordo entre duas partes para facilitar a potencial transação de um ativo-objeto. Esse acordo envolve um preço alvo, chamado de strike, e uma data de vencimento.

Ademais, os dois tipos de contratos em Opções são as calls (opções de compra) e as puts (opções de venda).

Ambos podem ser comprados ou vendidos para realizar operações construídas com base na direção do ativo em questão. Para Opções de ações, 1 contrato equivale a 100 ações do ativo-objeto (a empresa).

Elementos básicos de um contrato de Opções?

No geral, você pode comprar calls como uma alavancagem apostando na valorização do preço de uma ação ou índice. Já no caso das puts, as compras são uma aposta na desvalorização do ativo-objeto.

O comprador de uma call tem o direito, mas não a obrigação, de comprar o ativo no preço determinado.

No caso da put, os compradores de um contrato de Opções de put têm o direito, mas não a obrigação de vender as ações do ativo no contrato.

Porém, se você está vendendo Opções você tem a obrigação de honrar com o seu compromisso, caso seja exercido.

Você pode usar as Opções como Hedge, ou também para especular.

Agora que você já sabe o que é um contrato de Opções, vamos passar às suas vantagens.

Usar opções é uma forma de potencializar resultados, permitindo que o investidor faça apostas numa ação sem ter que comprar ou vender as ações necessariamente.

Dito tudo isso, é hora de esclarecer o que é um contrato de Opções de call e o que é um contrato de Opções de put…

Contrato de Opções de call

Primeiramente, você precisa entender os termos de um contrato de Opções.

Eles especificam o ativo-objeto, o preço no qual o ativo será negociado (strike) e a data de vencimento do contrato.

Ademais, como já mencionamos, um contrato de Opções contempla 100 ações.

Entretanto, essa quantidade pode ser ajustada em caso de desdobramento de ações, dividendos especiais ou fusões.

Contrato de Opções de put

Compradores de puts desejam que o preço do ativo-objeto caia e têm o direito de vender as ações ao preço pré-definido.

Se as ações em questão caírem para um preço abaixo do strike antes da data de vencimento, o comprador pode fazer duas coisas: vender as ações do vendedor do contrato no strike determinado ou vender o contrato caso as ações não façam parte da carteira.

Vamos a um exemplo real

Agora que você já entende o que é um contrato de Opções, vamos a um exemplo real no OpLab.

Primeiramente, veja que, nesse caso, a Petrobrás está cotada a R$ 20,14. Suponhamos, então, que você acredite que a Petrobras pode chegar a R$ 24,00 daqui a algumas semanas.

Você pode selecionar alguma Opção fora do dinheiro (OTM) com strike de R$ 22,95.

Contrato de Opções

Ao fazer a escolha por essa Opção de compra, temos o payoff (gráfico de risco vs retorno) abaixo. Nesse caso, meu risco é de perder R$ 211,08, que é o valor de compra do contrato.

Contudo, meu potencial de lucro é ilimitado caso a Petrobrás suba de preço. Observe que nesse caso eu preciso que o preço suba acima de R$ 23,16 para começar a lucrar.

Payoff de contrato de Opções

Essa situação mostra exatamente o que é um contrato de Opções de compra.

E, como pode perceber, o OpLab facilita muito a sua vida, já que você não precisa perder tempo com planilhas de cálculo. É simples, no OpLab, tudo já vem calculado para você!

Da mesma forma, se você pensa que a Petrobras pode cair de preço para, por exemplo, R$ 18,00, você poderia comprar uma put:

Contrato de Opções de put

Vejamos agora o payoff para esse contrato de Opções. Você tem um custo de R$ 581,58. Seu potencial de ganho é imenso, mas isso não quer dizer que você vá ganhar todo esse valor. Isso só se realizaria caso a Petrobras fosse para R$ 0,00 o que é extremamente improvável.

Porém, se o preço cair abaixo de R$ 18,37, você já começa a obter lucro.

Payoff de Opções de venda

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu o que é um contrato de Opções.

O lado positivo da Opcionalidade é que você pode escolher tanto uma direção de alta de preços quanto uma direção de queda de preços. Um contrato de Opção te dá direito, sem obrigação, para isso você tem que ser o comprador do contrato e não o vendedor.

Se você quer entender melhor como funciona esse mercado, visite o site do OpLab. Por aqui, você pode testar gratuitamente a melhor ferramenta de Opções do Brasil!

Artigos relacionados

Acompanhe o blog do OpLab e confira tudo sobre mercado de opções, investimentos e finanças pessoais.