Você já reparou como o comportamento humano é complexo e difícil de ser plenamente compreendido? Também já teve reações que você mesmo teve dificuldades de entender? São reflexões importantes que nos ajudam a buscar uma melhor convivência com as pessoas e com nós mesmos.

A partir de uma avaliação da postura do outro e da nossa forma de agir, podemos encontrar alternativas para superar dificuldades e melhorar a cada dia. Você deve estar pensando o que isso tem a ver com o mercado financeiro?

A resposta é que nossas decisões de investir ou não em um ativo são influenciadas pelo comportamento, tema que vou abordar de maneira ampla neste artigo. Confira!

Saiba o que é comportamento humano

Primeiramente, o comportamento humano engloba ações físicas e emocionais, que estão ligadas a uma pessoa ou a um segmento social.

O comportamento humano, contanto, representa nossas respostas aos diversos estímulos que recebemos no cotidiano.

Esses que podem ser internos (nossa forma de pensar) e externos (influência de parentes, amigos e veículos de comunicação).

A partir do momento em que o comportamento de um indivíduo ou grupo social passa a ser mapeado, é possível prever com será a nossa reação a certos estímulos, como anúncios comerciais, notícias e comentários econômicos e políticos.

Enfim, vale ressaltar que o comportamento humano é um assunto muito complexo.

É necessário, por isso, abordá-lo para você reconhecer a importância dele na sua vida e de todos que estão ao seu redor.

Pense nos fatores que definem o comportamento humano

Afinal, o que te faz agir de uma determinada forma? É possível haver uma mudança de postura ao longo do tempo? Obviamente, esses são questionamentos que vão te ajudar a alcançar algo muito importante: o autoconhecimento.

Para entender como você se comporta, é fundamental conhecer a si mesmo. Se você é uma pessoa conservadora quando o assunto é finanças, é interessante compreender o que te levou a essa conduta. É possível listar alguns itens a serem levados em consideração, como:

. O medo de ficar endividado;

. O receio de ficar com o nome sujo;

. O trauma de ver uma empresa da sua família passar por dificuldades;

. A dificuldade de conviver com o fracasso.

Este artigo poderia ser finalizado destacando vários pontos que influenciam no comportamento humano de alguém com um perfil conservador na hora de aplicar o dinheiro.

Afinal, você deve estar curioso sobre os aspectos que estão ligados à postura de alguém com um perfil mais arrojado ao investir.

Com certeza, múltiplas possibilidades para descrever quem gosta de correr riscos ao querer rendimentos altos, por exemplo:

. Autoconfiança excessiva;

. Autonomia para tomar decisões rápidas;

. Ambição;

. Pressa por resultados em curto prazo;

. Coragem para enfrentar novos desafios.

A nossa história de vida e a maneira como interpretamos os acontecimentos têm uma grande influência sobre a nossa postura.  

Veja por que é fundamental compreender o comportamento humano

Principalmente se você deseja ter sucesso trabalhando em uma empresa ou abrindo o próprio negócio, o ideal é sempre pensar em como as pessoas vão reagir às decisões tomadas por você.

Olhar para o outro é sinônimo de inteligência emocional. Ou seja, você mostra capacidade de prever como o impacto de uma medida pode ser negativa ou positiva na vida de outras pessoas.

Se você quer investir no mercado de ações e é pai de dois filhos, sobretudo, deve pensar em como o sucesso ou o fracasso dessa iniciativa pode influenciar na vida deles.

Todavia, esse exemplo não é para desestimular ninguém a investir em renda variável.

O exemplo acima é para mostrar outros ângulos que devem ser levados em consideração na hora de decidir como investir o dinheiro.

O comportamento na bolsa de valores:

Colocar um valor alto na Bolsa de Valores, sem ter um conhecimento aprofundado e experiência, é um risco que pode ser perfeitamente evitado.

Se você é muito ousado, é bom contar com a prudência para não cometer erros infantis. Essa análise deve fazer parte do seu dia a dia para não tomar decisões equivocadas.

Caso esteja querendo arriscar, não tem problema fazer isso. Porém, essa atividade deve ser feita sem comprometer o orçamento familiar de forma considerável.

Ou seja, você pode investir na Bolsa em busca de rendimentos mais expressivos, mas tenha o cuidado de aplicar um valor que não faça falta para você no futuro.

Uma boa alternativa para quem busca maximizar resultados com perdas limitadas é estudar sobre o mercado de Opções. Com um bom conhecimento, é possivel se expor a investimentos convexos (pouco a perder e muito a ganhar).

Porém, como em qualquer investimento, para ter sucesso com Opções é preciso entender as relações de risco e retorno, coisa que você pode fazer usando soluções como o OpLab. Nessa plataforma você consegue fazer um bom planejamento para maximizar ganhos e minimizar perdas.

Olhar para as consequências dos nossos atos é algo que faz parte do comportamento humano, embora isso nem sempre seja valorizado por muitas pessoas.

De maneira idêntica, é importante pensar em como as pessoas ficam satisfeitas com as suas atitudes. Isso deve ser avaliado antes de tomar uma decisão. Essa postura pode fazer uma grande diferença na sua vida, e é isso que vai te ajudar a definir qual o melhor investimento para você.

Fique atento aos benefícios de assimilar o comportamento humano

Na teoria, é muito fácil apontar maneiras de entender o comportamento humano. Em termos práticos, sempre é válido prestar atenção nas vantagens de se colocar no lugar do outro e compreender como ele pode reagir em determinadas situações.

Se você está precisando de um apoio para compreender como é positivo entender a postura das pessoas, veja alguns benefícios proporcionados por essa prática, como:

. Desenvolvimento da empatia (capacidade de compreender como as pessoas vão ser impactadas por boas ou más notícias);

. Expansão do autoconhecimento (fator importante para controlar as emoções);

. Aprimoramento das relações interpessoais (com mais sabedoria, você evita conflitos nocivos);

. Comunicação mais eficiente;

. Mais capacidade de antever as reações das pessoas (aspecto primordial para evitar desentendimentos);

. Maior maturidade para enfrentar os problemas.

Todas essas vantagens podem ser aproveitadas em diversas circunstâncias da sua vida, inclusive na hora de aplicar o seu dinheiro.

Por exemplo, imagine que você ganhou um bônus por um excelente desempenho no seu trabalho. Mas está querendo expandi-lo de forma rápida e cogita usar esse dinheiro para aplicar na Bolsa.

Por outro lado, a sua esposa gostaria de fazer uma viagem no fim do ano com a dinheiro conquistado. Nesse cenário, é claro que o melhor a se fazer é buscar um diálogo e tentar encontrar uma solução que satisfaça os dois lados.

Conhecer o comportamento humano nos permite olhar as situações enfrentadas de maneira ampla e nos possibilita tomar as melhores decisões.

Portanto, se você compreender isso, vai dar um passo importante para crescer em termos pessoais e profissionais.    

Tenha foco em controlar as emoções

Conhecer o comportamento humano tem como um dos benefícios mais interessantes contribuir para o autoconhecimento.

À medida que reconhece as virtudes e as limitações, uma pessoa tem mais possibilidade de controlar as emoções, ou seja, administrar os próprios sentimentos.

Igualmente, em qualquer circunstância, tomar uma decisão de forma precipitada é um risco muito grande. Isso se torna ainda mais grave quando abrange os investimentos em ações.

O mercado de papéis se caracteriza pela grande volatilidade, o que exige bastante estudo e bom senso para decidir o que fazer com o dinheiro.

Principalmente, se uma pessoa está muito tensa ou irritada em virtude de problemas pessoais ou profissionais, é melhor não se arriscar.

Certamente um dos motivos é que a irritação pode atrapalhar ao analisar os riscos de fazer uma determinada aplicação.

Com certeza é um fator que não pode ser ignorado em hipótese alguma pelos que estão querendo bons rendimentos no mercado de ações.

Por isso, ter um domínio das próprias emoções é muito importante. E para conseguir essa virtude deve-se buscar o autoconhecimento. 

Acompanhe as alterações no comportamento ao longo da vida

Certamente não é fácil entender o comportamento humano de forma plena por causa das variáveis que englobam a personalidade de cada indivíduo.

Mas se você pretende conviver melhor com as pessoas, então, precisa levar em consideração a postura dos seres humanos em cada fase da vida.

Por motivos óbvios, você não pode adotar a mesma abordagem sobre um tema com uma criança e um adulto de 30 anos.

Afinal, existem diferenças na capacidade de diferentes pessoas de compreender as situações em virtude da vivência e do conhecimento adquirido.

Por que esse assunto está sendo abordado? Um dos motivos é a necessidade de ter muito cuidado para assumir diversas atitudes ao longo da sua vida. 

Por exemplo, imagine o caso de uma pessoa idosa de 80 anos que resolve tirar todo o seu dinheiro da poupança para investir na Bolsa de Valores.

De fato, essa é uma iniciativa muito arriscada, ainda mais caso ele tenha apenas a aposentadoria do INSS para pagar as despesas obrigatórias (água, luz, condomínio etc.) e os gastos com remédios.

Nessa situação, o ideal é que esse idoso seja orientado a diversificar os investimentos e a ter um maior foco em aplicações, cujo resultado é mais previsível (CDB, Tesouro Direto, entre outras).

Futuro

Muitos pais têm preocupação com o futuro dos filhos, algo perfeitamente compreensível e louvável. Mas, de fato, o que isso tem a ver com aplicações financeiras?

Bem, essa situação ilustra que é crucial pensar nos impactos que uma decisão equivocada ao investir o seu dinheiro pode causar no futuro da sua família. 

Em outras palavras, o comportamento humano com relação ao dinheiro é eventualmente influenciado pelo momento em que a pessoa está vivendo. 

No caso de uma criança, ela não tem autonomia para decidir como usar o dinheiro. Nesse caso, afinal, é obrigação do pai ou responsável decidir qual é o melhor caminho para o filho ter recursos financeiros a longo prazo.

Para os que desejam aliar segurança com bons rendimentos, a previdência privada é uma excelente opção.

Possibilitar que os filhos tenham uma renda na vida adulta garantida é uma medida válida para eles terem mais qualidade de vida.

Ter noção das mudanças de comportamento ao longo da vida é imprescindível para aplicar o seu dinheiro de forma mais adequada à realidade vivida. Essa postura é muito importante para evitar erros que prejudiquem o bem-estar dos que estão ao seu redor.

Avalie o comportamento humano no ambiente de trabalho

Em uma empresa, as regras sociais devem ser respeitadas ao máximo. Essa regra jamais deve ser ignorada em hipótese nenhuma.

Por exemplo, o medo de perder o emprego e a necessidade de se relacionar bem com os colegas de trabalho são fatores que influenciam bastante em nossa conduta.

Por isso, é  interessante fazer uma análise de como você está se comportando profissionalmente. Essa ação também é válida para os demais segmentos da sua vida (família, capacitações profissionais, entre outros).

No caso do ambiente de trabalho, é prudente pensar em como as pessoas vão reagir ao propor uma mudança nas atividades realizadas ou quando for explicar que um procedimento deve ser corrigido.

Aliás, o bom senso e a boa educação devem sempre ser as suas aliadas. Por mais difícil que seja a situação, um momento de irritação pode prejudicar bastante a sua imagem.

Por fim, o bom senso também deve fazer parte da sua rotina ao aplicar o dinheiro. Portanto, tente olhar para um investimento como se fosse uma oportunidade de ser bem-sucedido profissionalmente.

Assim, você terá uma reflexão maior sobre como usar os recursos financeiros, o que vai com certeza aumentar bastante as chances de fazer uma boa escolha.

Riscos

Primeiramente, as fases da vida e o nível de empregabilidade também influenciam no nível de risco que uma pessoa está disposta a enfrentar.

Com certeza, são fatores que devem ser levados em consideração na hora de avaliar como o comportamento humano é impactado por quem integra o mercado financeiro.

Um servidor público, por exemplo, que ganha uma remuneração de R$ 20 mil por mês, pode ser mais ousado em uma aplicação.

De qualquer forma, é bom sempre lembrar que dinheiro no bolso não é sinônimo de sucesso o mercado financeiro.

É muito importante que todas as pessoas façam uma gestão de risco que deve levar em conta o comportamento humano das pessoas afetadas pelas suas decisões.

Em muitos momentos, inegavelmente, nossas atitudes têm efeito na vida de outras pessoas. Portanto, esse é um fator que não pode ser ignorado em hipótese nenhuma.

Por isso, somente assuma riscos que pode administrar de forma correta e que não impactem negativamente na vida de pessoas da sua família, amigos e colegas de trabalho.

Inegavelmente, você agora tem uma visão mais ampla sobre o comportamento humano e como ele é determinante na nossa forma de enfrentar as situações e de aproveitar as oportunidades.

Enfim, se está à procura de uma consultoria para aprender a investir com mais inteligência, acesse o nosso site. Estamos à disposição para ajudá-lo a se comportar melhor no mercado financeiro e obter resultados notáveis!

Artigos relacionados

Acompanhe o blog do OpLab e confira tudo sobre mercado de opções, investimentos e finanças pessoais.