Você já deve ter se perguntado como funciona o exercício de Opções.

Se você está lendo esse artigo, provavelmente você deve estar começando no mercado de Opções ou começando a se interessar por isso.

Nesse caso, hoje você vai aprender um conceito importante do mercado de Opções: como funciona o exercício de Opções?

O que significa exercer?

Primeiramente, você tem que entender que exercer significa colocar em efeito o direito de comprar ou vender um ativo especificado em um contrato de Opções.

Nas negociações de Opções, o comprador de um contrato de Opções tem o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender o ativo especificado.

Ademais, se você é o detentor de uma Opção e decide comprar ou vender o ativo-objeto (em vez de deixar o contrato vencer), você estará exercendo sua Opção.

Em outras palavras, você estará exercendo seu direito de comprar ou vender aquele determinado ativo do seu contrato de Opções.

A decisão de exercer ou não o contrato depende de diversos fatores que o investidor deve analisar.

Muitas vezes, é capaz que você prefira fechar o contrato e ficar com o lucro.

É possível também que você queira deixar a Opção vencer e virar pó (virar pó significa que a Opção venceu fora do dinheiro e o contrato não tem mais validade).

como fazer um planejamento financeiro

Exercício de Calls e Puts

O detentor de uma Opção pode exercer seu direito de vender ou comprar o ativo do contrato em um determinado preço. Chamamos esse preço de Strike.

Se você exerce uma Put, você pode vender o ativo no preço que foi determinado, dentro do prazo especificado no contrato.

Se você exerce uma Call, você pode comprar o ativo no preço que foi determinado, dentro do prazo especificado no contrato.

Exercício de calls e puts

Como fazer o exercício de Opções?

Uma vez que você entendeu o que é e como funciona o exercício de Opções, você também precisa entender como fazer esse exercício, caso queira.

Para fazer o exercício de Opções, você precisará avisar a sua corretora de que quer exercer a Opção no seu contrato.

A sua corretora vai começar o processo de exercício, que informa o vendedor (ou detentor) do contrato de que você está exercendo a sua Opção.

Se você for o vendedor da Opção, a notificação é enviada para você. você é obrigado a cumprir com a sua obrigação que está no contrato.

Aqui vale um adendo: se você é um vendedor de calls e for exercido, o risco é alto, pois uma ação, em teoria, não tem limites para subir.

Opções não-exercidas

Você precisa entender que a maioria dos contratos de Opções não são exercidos.

Grande parte dos compradores de Opções encerram os contratos com lucro (se a Opção estiver dentro do dinheiro) ou deixam o contrato vencer sem valor (se a Opção estiver fora do dinheiro).

Se você é o detentor de uma Call ou Put, por exemplo, você pode encerrar o contrato antes do vencimento simplesmente vendendo esse contrato.

Se uma Opção vence sem exercício, você, como detentor, já não tem mais nenhum direito sobre o contrato.

Além disso, o detentor perde o prêmio que foi pago pela Opção. Ou seja, se você, como detentor, encerra o contrato, você perde o dinheiro que investiu. A isso somam-se comissões ou tarifas da corretora.

Pontos importantes sobre exercício de Opções

Existem alguns pontos importantes que você precisa saber sobre como funciona o exercício de Opções. Acompanhe:

Qual tipo de Opções você tem?

Primeiramente, é importante que você saiba qual o tipo de Opções que você tem. Diferentes tipos de Opções têm diferenças em seus contratos. 

Negociando opções no exterior, por exemplo, você notará que os contratos de Opções americanas permitem que você exerça suas Opções antes da data de vencimento. Já no caso de Opções europeias, você só pode exercer seu direito na data de vencimento.

Mercado de Opções

Faz sentido exercer suas Opções?

Em alguns casos, as pessoas preferem simplesmente sair com o lucro da operação do que ter que comprar ou vender o ativo em questão.

Imagine a seguinte situação: você comprou calls de Facebook. As ações do Facebook no momento desse artigo estão cotadas a USD 265,00. Lembrando que um contrato de Opções são 100 ações.

Se você exercer seu direito de compra das ações precisaria ter USD 26.500 na sua conta corrente da corretora para poder comprar as ações.

Para muitos investidores, o exercício não faz sentido. Preferem ficar com o lucro e sair da operação. Essa é uma das vantagens do mercado de Opções.

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu como funciona o exercício de Opções.

Sempre que você fizer uma negociação de Opções, existe a possibilidade de exercício. Se você for o comprador (detentor) do contrato, você é quem poderá tomar essa decisão.

Porém, como já mencionamos, se você é o vendedor do contrato, não tem poder sobre o exercício, então, sempre é um risco a mais a ser considerado. Ao vender Opções, o seu risco é maior.

Ademais, você precisa saber o tipo de Opção que você tem.

Dessa forma, você entende se o exercício pode ser feito antes da data de vencimento ou somente no vencimento.

Por fim, sempre se pergunte se faz sentido você exercer seu direito.

Por hoje, ficamos por aqui! Se você gostou desse artigo, compartilhe-o e leve o conhecimento para alguém que você conhece. 

Artigos relacionados

Acompanhe o blog do OpLab e confira tudo sobre mercado de opções, investimentos e finanças pessoais.